IMPACTOS NO COMÉRCIO DA RUA RUI BARBOSA PROVOCADOS PELA IMPLANTAÇÃO DO CORREDOR DE INTEGRAÇÃO NA ZONA NORTE DE TERESINA – PI
PDF

Palavras-chave

Mobilidade urbana;
Transporte público coletivo;
Inthegra;
Comércio.

Resumo

A mobilidade urbana, processo de deslocamento das pessoas e bens nas cidades, pode ser dita como causa de expansão urbana e distribuição espacial, tendo em vista que a estrutura e a rede do transporte podem ter importante papel no desenho da malha urbana. Em Teresina, o transporte público coletivo ganhou mais relevância com a expansão da capital. O crescimento populacional e econômico trouxe a exigência de uma mobilidade mais ágil e de meios mais eficientes para as pessoas se locomoverem. No ano de 2018 começa a funcionar o sistema de integração de ônibus na cidade, nomeado de Inthegra. O modelo trouxe a ideia de viagens com corredores e faixas exclusivas e o objetivo de melhor deslocamento e tempo de viagem menor para os usuários do transporte público. Apesar da implantação do sistema, desde 2019, as empresas de ônibus da capital passam por uma crise por conta do desuso do transporte coletivo na cidade. A população é afetada com as várias paralisações dos ônibus decorrentes desses problemas. A área de pesquisa do trabalho se liga ao terminal Rui Barbosa, que é o mais próximo ao centro, e se localiza em uma grande via de passagem e comércio, a Rua Rui Barbosa, no trecho do bairro São Joaquim, da Zona Norte de Teresina. Antes mesmo do início do funcionamento do corredor de integração na área, houve protestos contra a construção das estações na área. O motivo estaria relacionado com a queda nas vendas do comércio. Diante da problemática, o objetivo do trabalho foi analisar os impactos provocados na dinâmica comercial, pela implantação do corredor de integração do terminal Rui Barbosa naquela área. A metodologia utilizada foi de pesquisa documental e bibliográfica, além de pesquisa de campo, com observação da área, levantamento fotográfico e realização de entrevistas com comerciantes e usuários de transporte público na área de estudo. Os resultados mostraram pontos de caráter negativo, que superam os positivos. Problemas que vão desde a queda das vendas, até o aumento de acidentes e o fechamento de pontos comerciais. Conclui-se que existem impactos relacionados tanto com a dinâmica comercial da área, como também com a de mobilidade na região, problemas que são agravados também por conta do momento da pandemia do coronavírus e da crise no transporte público em Teresina.

PDF