MULHERES INDÍGENAS XUKURU-KARIRI TRABALHADORAS EM “CASAS DE FAMÍLIA”:

Resumo

Neste artigo, resultado de pesquisas realizadas entre 2018 e 2020, discorremos sobre as atuações de indígenas Xukuru-Kariri, habitantes em Palmeira dos Índios/AL, como trabalhadoras em “casas de famílias” em Alagoas, bem como no Sudeste do país. O recorte temporal usado para o texto compreende a atuação do Serviço de Proteção aos Índios (SPI) entre os Xukuru-Kariri, iniciado em 1952 até atuação da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), a partir de 1967 a 1990, quando ocorreu um aumento nos deslocamentos de indígenas em busca de trabalho no Sudeste, o chamado de “Sul maravilha”. Entrevistamos mulheres indígenas para compreender o cotidiano e os meandros de uma atividade antiga e pouco discutida na historiografia, refletindo também sobre as explorações nos mundos do trabalho indígena em outras regiões no século XX.

MULHERES INDÍGENAS XUKURU-KARIRI TRABALHADORAS EM “CASAS DE FAMÍLIAS”: MEMÓRIAS E HISTÓRIA SOBRE O TRABALHO EM ALAGOAS E NO SUDESTE DO PAÍS (1952-1990)